SOBRE O BLOGUEIRO

Sou um Beatlemaniaco. Tudo começa assim... Fiquei reprovado duas vezes no Mobral, mas nunca desisti. Hoje, sou doutor em Parapsicologia formado na mesma turma do Padre Quevedo; sou antropólogo e sociólogo formado, com honra, em cursos por correspondência pelo Instituto Universal Brasileiro. Em minha vasta carreira acadêmica também frequentei até o nono ano de Medicina Cibernética, Letras Explosivas, Química da Pesada, Direito Irregularmente torto e assisti a quase todas as aulas do Telecurso 2000 repetidas vezes até desistir de vez. Minha maior descoberta foi uma fábrica secreta de cogumelos venenosos comestíveis no meio da Amazônia Boreal. Já tive duas bandas de Rock que nunca tocaram uma música se quer. Comi duas vezes, quando criança, caspas gigantes da China pensando que era merda amarela. Depois de tudo isso, tornei-me blogueiro. Se eu posso, você pode também. Sou um homem de muita opinião e isso desagrada muita gente. Os temas postados aqui objetivam enfurecer um bom número de cidadãos.

- [Portal da Língua Inglesa] -

Facebook Badge

domingo, 16 de novembro de 2008

Você é Hands On ? (Max Gehringer)




Vi um anúncio de emprego. A vaga era de Gestor de Atendimento Interno, nome que agora se dá à Seção de Serviços Gerais. E a empresa exigia que os interessados possuíssem - sem contar a formação superior - liderança, criatividade, energia, ambição, conhecimentos de informática, fluência em inglês e não bastasse tudo isso, ainda fossem HANDS ON.

Para o felizardo que conseguisse convencer o entrevistador de que possuía essa variada gama de habilidades, o salário era de 800 reais. Ou seja, nenhuma fábula... Não que esse fosse algum exemplo fora da realidade. Ao contrário, é quase o paradigma dos enúncios de emprego. A abundância de candidatos permite que as empresas levantem cada vez mais a altura da barra que o postulante terá de saltar para ser admitido.

E muitos, de fato, saltam. E se empolgam. E aí vêm as agruras da super-qualificação, que é uma espécie do lado avesso do efeito pitico...

Vamos supor que, após uma duríssima competição com outros candidatos tão bem preparados quanto ela, a Fabiana conseguisse ser admitida como gestora de atendimento interno.. E um de seus primeiros clientes fosse o seu Borges, Gerente da Contabilidade.

Seu Borges: -- Fabiana, eu quero três cópias deste relatório.
Fabiana: -- In a hurry!
Seu Borges: -- Ãh??!!
Fabiana: -- Seu Borges, isso quer dizer "bem rapidinho". É que eu tenho fluência em inglês. Aliás, desculpe perguntar, mas por que a empresa exige fluência em inglês se aqui só se fala português?
Seu Borges: -- E eu sei lá? Dá para você tirar logo as cópias?
Fabiana: -- O senhor não prefere que eu digitalize o relatório? Porque eu tenho profundos conhecimentos de informática.
Seu Borges: -- Não, não.. Cópias normais mesmo.
Fabiana: -- Certo. Mas eu não poderia deixar de mencionar minha criatividade. Eu já comecei a desenvolver um projeto pessoal visando eliminar 30% das cópias que tiramos.
Seu Borges: -- Fabiana, desse jeito não vai Dar!
Fabiana: -- E eu não sei? Preciso urgentemente de uma auxiliar.
Seu Borges: -- Como assim???
Fabiana: -- É que eu sou líder, e não tenho ninguém para liderar. E considero isso um desperdício do meu potencial energético.
Seu Borges: -- Olha, neste momento, eu só preciso das três cópias.
Fabiana: -- Com certeza. Mas antes vamos discutir meu futuro...
Seu Borges: -- Futuro? Que futuro?
Fabiana: -- É que eu sou ambiciosa. Já faz dois dias que eu estou aqui e ainda não aconteceu nada.
Seu Borges: -- Fabiana, eu estou aqui há 18 anos e também não me aconteceu nada!
Fabiana: -- Sei. Mas o senhor é hands on?
Seu Borges: -- Hã?
Fabiana: -- Hands on....Mão na massa.
Seu Borges: -- Claro que sou!
Fabiana: -- Então o senhor mesmo tira as cópias. E agora com licença que eu
vou sair por aí explorando minhas potencialidades. Foi o que me prometeram
quando eu fui contratada.


Então, o mercado de trabalho está ficando dividido em duas facções:

1 - Uma, cada vez maior, é a dos que não conseguem boas vagas porque não têm as qualificações requeridas.
2 - E o outro grupo, pequeno, mas crescente, é o dos que são admitidos porque possuem todas as competências exigidas nos anúncios, mas não poderão usar nem metade delas, porque, no fundo, a função não precisava delas.

Alguém ponderará - com justa razão - que a empresa está de olho no longo prazo: sendo portador de tantos talentos, o funcionário poderá ir sendo preparado para assumir responsabilidades cada vez maiores.

Em uma empresa em que trabalhei, nós caímos nessa armadilha. Admitimos um montão de gente superqualificada. E as conversas ficaram de tão alto nível que um visitante desavisado confundiria nossa salinha do café com a Fundação Alfred Nobel.

Pessoas superqualificadas não resolvem simples problemas!

Um dia um grupo de marketing e finanças foi visitar uma de nossas fábricas e no meio da estrada, a van da empresa pifou. Como isso foi antes do advento do milagre do celular, o jeito era confiar no especialista, o Cleto, motorista da van.

E aí todos descobriram que o Cleto falava inglês, tinha informática e energia e criatividade e estava fazendo pós-graduação..... só que não sabia nem abrir o capô.

Duas horas depois, quando o pessoal ainda estava tentando destrinchar o manual do
proprietário, passou um sujeito de bicicleta. Para horror de todos, ele falava "nóis vai" e coisas do gênero. Mas, em 2 minutos, para espanto geral, botou a van para funcionar. Deram-lhe uns trocados, e ele foi embora feliz da vida.

Aquele ciclista anônimo era o protótipo do funcionário para quem as Empresas modernas torcem o nariz: O QUE É CAPAZ DE RESOLVER, MAS NÃO DE IMPRESSIONAR .

Max Gehringer
Colunista da Revista EXAME
Autor: Jean Bandeira
Fonte: Revista Exame

domingo, 19 de outubro de 2008

"À mais bela"


Imagine que você está no lugar de Páris e que tem uma missão pela frente: escolher a mais bela entre as principais divindades gregas. São elas: Hera, Afrodite e Atena.

Se for escolhida, Hera dar a você riqueza e poder. Atena oferece o conhecimento e a sabedoria. Já Afrodite promete o amor da mais bela mulher mundo.

* no caso das mulheres o amor do mais belo homem mundo.


Para quem você daria a maçã dourada?

sábado, 18 de outubro de 2008

ESTÁ AUMENTANDO O NÚMERO DE IDIOTAS NO MUNDO?


Se você é um daqueles que se assusta com textos longos, tchau! Essa postagem, definitivamente, não é para pessoas como você. Você não vai ler; direito seu.  

Com o perdão daqueles mais sensíveis à crueza da questão-título, respondo diretamente à pergunta. E a resposta é, ao mesmo tempo: sim e não! Explico um pouco melhor aqui abaixo.

Sim, infelizmente pode-se constatar empiricamente – mas isto poderia ser confirmado por alguma investigação “científica” – que está aumentando, para cifras nunca antes registradas nos meios de comunicação, o número de imbecis, idiotas ou simples energúmenos, cujas opiniões, elucubrações ou meras manifestações de “pensamento” conseguem ser captadas por esses meios de comunicação, encontrando assim um eco mais amplo nos veículos impressos e audiovisuais.

Por outro lado, nunca foi tão volumosa a produção científica ou a simples escolarização de massas antes excluídas do acesso à educação (de qualquer nível e qualidade). Com isso, a cultura científica se dissemina em meios antes entregues às mais variadas influências “culturais”, desde o curandeirismo shamânico até o fundamentalismo religioso pretendidamente “cientista”. Assim, a humanidade “progride”, ainda que isto possa ser descrito como sendo uma “fatalidade natural” do acúmulo do conhecimento científico e que esse saber esteja em muito poucas mãos (e cérebros).

Com esses dois processos se desenvolvendo simultaneamente, a resposta à pergunta central é, portanto, dupla e contraditória: nunca foi tão grande o número de pessoas partilhando de um mesmo conjunto de explicações simplistas – e basicamente erradas, quando não idiotas – sobre as complexidades do mundo e da vida, ao mesmo tempo em que aumenta gradativamente o número daquelas capazes de galgar as escarpas ásperas da ciência e de adotar explicações racionais, a fortiori racionalistas, para esses mesmos problemas. Uma coisa não exclui a outra, portanto.

sábado, 4 de outubro de 2008

Foto


Bruno Coriolano de Almeida Costa

[PROVÉBIO CHINÊS



Cem homens podem formar um acampamento, mas é preciso uma mulher para se fazer um lar.

[ESPORTE] ROBINHO, DEUS DO MANCHESTER CITY ?


Robinho, sobre os torcedores do City: 'Eu já sou um deus e não fiz nada'

Em entrevista ao jornal britânico "The Sun", atacante brasileiro diz que é tratado com muito carinho pelos fãs e quer retribuir

Com apenas um mês de Manchester City, cinco jogos e dois gols marcados, Robinho já foi elevado aos céus pelos torcedores do ainda modesto clube inglês. O atacante brasileiro de 24 anos reconhece o carinho imenso que tem recebido e promete retribuir.


- As pessoas me reconhecem o tempo todo na cidade. Eles são muito gentis comigo. Dizem-me grandes coisas e este tipo de motivação é muito importante para um jogador de futebol. Eu já sou um deus e eu não fiz uma coisa! Mas a minha vontade é a de pagá-la de volta, para mostrar a minha gratidão com os torcedores, com ótimas atuações e vitórias - afirma em entrevista ao jornal britânico "The Sun".

Ele fez uma comparação entre o futebol inglês e espanhol:

- O tempo no futebol inglês é diferente. O ritmo é de alta velocidade e a qualidade é excelente, melhor do que eu esperava. É o melhor campeonato do mundo. A diferença entre a Inglaterra ea Espanha é menor do que a que vivi quando me mudei do Brasil para Espanha. O piso fica úmido, como na Espanha, o que torna o jogo mais rápido. Acho que as grandes diferenças são os árbitros, que deixam o jogo fluir sem marcar muitas faltas, e os torcedores. Eles ficam muito mais envolvidos com o jogo do que na Espanha, eles gritam muito e nos empurram mais.

Inglês nota 2, mas ele pretende transformar em 10

Robinho admitiu que seu inglês não é muito bom por enquanto, mas que tem conseguido se entender com todos os companheiros:

- Nós compreendemos bem uns aos outros. O futebol tem uma linguagem universal - não é necessário falar a mesma língua para se entender com a bola. Eles me entendem e estão se divertindo com a altura em que, às vezes, no treino, eu grito. Meu Inglês é nota dois. Não estou tendo aulas, porque ainda estou morando em um hotel. Mas quando eu me mudar, vou ter tempo para isso. Em seis meses, a nota passará a ser dez.

Robinho admitiu que não cobra bem faltas, por isso gostou muito do gol que fez desta forma na derrota para o Chelsea de Felipão. E que só cobrou porque estava muito confiante na estréia. Ele se disse feliz por estar jogando como gosta na Inglaterra.

- O que me faz mais feliz é que finalmente estou jogando na minha posição real, o que nunca aconteceu na Espanha. Estou jogando como segundo atacante, com total liberdade para me deslocar, e não só pelo lado esquerdo - revela.

O atacante confessou também que tinha certas reservas para morar na Inglaterra. e explicou os motivos:

- Não existe nenhuma praia e sol. Mas estou desfrutando Manchester até o momento. Elano me levou para um passeio turístico e adorei. Depois de tudo o que as pessoas tinham me dito, eu temia o pior. Eu pensei que ia chegar aqui e não encontrar nada, só terreno baldio. Mas não é assim. Há belas casas de entretenimento e restaurantes, a cidade é linda. Não tenho nenhum problema com a comida. Existe um grande restaurante brasileiro no centro da cidade e eu vou passar a ser um cliente regular.

[DIREITO] LEI DE IMPRENSA



LEI DE IMPRENSA - liberdade de manifestação
www.soleis.adv.br

COSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL \ 1988

CAPÍTULO V
DA COMUNICAÇÃO SOCIAL

Art. 220 - A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

§ 1º - Nenhuma lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço à plena liberdade de informação jornalística em qualquer veículo de comunicação social, observado o disposto no art. 5º, IV, V, X, XIII e XIV.

§ 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.

§ 3º - Compete à lei federal:

I - regular as diversões e espetáculos públicos, cabendo ao Poder Público informar sobre a natureza deles, as faixas etárias a que não se recomendem, locais e horários em que sua apresentação se mostre inadequada;
II
- estabelecer os meios legais que garantam à pessoa e à família a possibilidade de se defenderem de programas ou programações de rádio e televisão que contrariem o disposto no art. 221, bem como da propaganda de produtos, práticas e serviços que possam ser nocivos à saúde e ao meio ambiente.

§
4º - A propaganda comercial de tabaco, bebidas alcoólicas, agrotóxicos, medicamentos e terapias estará sujeita a restrições legais, nos termos do inciso II do parágrafo anterior, e conterá, sempre que necessário, advertência sobre os malefícios decorrentes de seu uso.

§ 5º - Os meios de comunicação social não podem, direta ou indiretamente, ser objeto de monopólio ou oligopólio.

§ 6º - A publicação de veículo impresso de comunicação independe de licença de autoridade.

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

[leia] COMO ESCOLHER UMA BOA ESCOLA DE IDIOMAS


COMO ESCOLHER UMA BOA ESCOLA DE IDIOMAS

Muita gente me procura querendo saber se posso ajudar na escolha de uma boa escola de línguas. É sempre muito difícil responder isso porque na verdade aprender outra língua depende mais de você do que de um curso ou professor de línguas. O ideal seria que o aluno começasse a estudar por conta própria para que ele pudesse se conhecer melhor em relação a si e as formas que ele assimila o novo idioma.

Eu nunca freqüentei nenhuma escola de línguas. Comecei a estudar por conta própria e no inicio tinha que pedir dicionários emprestados por não ter um. Por isso me considero autodidata no assunto, apesar de ser graduado em Letras (Língua Inglesa). O que posso dizer é que estudar em um curso de línguas não é sinônimo de sucesso. Conheci e conheço muita gente que estuda ou estudou em escolas de renome e nem por isso elas conseguem manter uma simples conversa com um nativo de língua inglesa.

Não estou querendo dizer aqui que os cursos de línguas não servem para nada ou que não dão resultado. Só quero deixar claro é que se você que está lendo este artigo agora e não puder pagar por uma escola de idiomas badalada, você pode fazer isso por conta própria, em casa ou com ajuda de algum amigo, ou até mesmo, devido à facilidade de hoje em dia, com a internet, nos web sites especializados em língua inglesa.

Mas caso você não consiga estudar por conta própria por não ter disciplina ou amigos falantes do idioma, ou menos ainda, não possa fazer um intercâmbio, mas possa pagar por um curso de inglês, então seguem algumas dicas.

A primeira delas, mas não a mais importante se refere aos professores. Verifique a graduação dos mesmos, procure saber se eles têm certificados, formação acadêmica, anos de experiência, verifique também se eles têm experiência no exterior, pois isso conta muito. A vivência de uma língua em seu “habitat natural” torna o professor mais gabaritado para falar no assunto, torna a aula mais divertida devido às colocações feitas por ele e comparações entre a língua falada no país onde ele morou e aquela língua que está sendo ensinada em sala de aula.

Outra dica seria você tentar assistir a uma aula da turma que está se formando no curso, se eles não estiverem bem você fatalmente fará parte da estatística e logo perceberá que o curso não está cumprindo seu objetivo: o ensino e a fluência no idioma.

Observe se o Inglês é falado naturalmente dentro da escola. É inaceitável que a pessoa que venda o idioma não saiba se comunicar nele. Infelizmente é a realidade de muitas empresas, que para gastarem menos, colocam pessoas desqualificadas como atendentes. Muitas escolas vendem o curso, mas é necessário saber como é o ambiente de trabalho daquela escola, desde o atendimento na entrada e ao telefone até a sala de aula e da direção. É preciso saber também se a direção está sempre presente para facilitar o contato entre você e o responsável pela escola.

Procure saber de pessoas que fizeram o curso naquela escola, se elas gostaram e recomendam e se possível tente falar com elas em inglês, assim você poderá saber se ele realmente aprendeu algo.

Lembre-se que você é o responsável pelo seu aprendizado. Dedicação é a palavra de ordem. Isso me faz lembrar um pensamento do chinês Lao Tse que diz: um caminho de mil quilômetros começa com o primeiro passo. Muitos dão o primeiro passo, mas poucos completam os mil quilômetros.

Portanto complete os mil quilômetros e seja persistente que você alcançará seu objetivo e fará a escolha certa. Falar outro idioma é descobrir um novo universo cheio novidades e com a ampliação dos seus saberes e visão de mundo mais aguçada.
--------------------------------------------------------------------

BRUNO CORIOLANO já foi professor em diversos cursos de Idiomas na cidade de Mossoró- RN. Conhece várias metodologias e abordagens (Skill, Wizard, CCAA, NEEL, UERN, UFERSA e SENAC). Tem experiência profissional nos Estados Unidos da América, onde residiu nas cidades de Antlantic City e Brigantine Beach, ambas no estado de New Jersey. É graduado em Língua Inglesa e Literatura Inglesa e Americana pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte- UERN, onde foi monitor de Inglês e Especialista em Ensino de Língua Inglesa pela FVJ.

Artigo da próxima semana: Quanto tempo é necessário para aprender Inglês? Por Bruno Coriolano.

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

[leia] Linguística.




Matizes do CEARÁ: língua viva, dizeres do cotidiano cearense

“Chico, cabra errado e bonequeiro, já melado depois de traçar um burrinho e duas meiotas, vinha penso, cambaleando, arrodiando o pé de pau, quando deu um trupicão que arrancou o chamboque de dedo.

-- Diabeisso!
-- vai, cú de cana! – mangou a mundiça que estava perto.
-- ai dento! – disse chico

Chico estava ariado desde ontonti, quando o gato-réi que ele acunhava lá na baxa da égua, bateu fofo com ele pra ir engabelar um galalau estribado da Aldeota.

-- é o que dá pelejar com canelau, catiroba, fulerage – pensava ele – ganhei um chapéu de touro, mas não tem Zé não, aquela marmota ta mesmo só o buraco e a catinga. Dá é gastura. Chegando em casa se empriquitou de vez e rebolou no mato todas as catrevage da letreca: uma alpercata, um gigolete amarelo queimado e uns pé de planta que ela tinha trazido enquanto iam se amancebar.

Depois se empanzinou de sarrabui e panelada e foi dormir pensando nas comedias”.


* se não conseguir entender, peça a um cearense pra traduzir!!!!

Espaço reservado para boa notícia. 

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

The peacock and the Crow


You probably don’t have much time, but I ask for just a few seconds to read this fable.

I’m not asking for money or any financial support. I am just inviting you to read and think about the moral of this story.

The peacock and the Crow

A crow is drinking some water from a lake when a peacock shows up. “Everyone look at me!” says the peacock. “Look at my feathers! They are colorful and brilliant. I am so beautiful! I am magnificent!”

“Are you still admiring yourself?” asks the crow.

“Of course, my friend. I have golden, purple, and blue feathers,” says the peacock. “Aren’t they pretty?”

“Sure they are,” answers the crow. “But why do you have to show off everyday? People are getting tire of you!”

“People envy me! Says the peacock. “Look at you. You are so very, very black. You don’t even have a bit of color on your wings. And you are ugly, too!’

“You’re right, peacock,” says the crow. “But there’s one thing an ugly black crow can do, but you can’t.”

“And what is that?” asks the peacock.

“I can go up to the sky and talk to the stars. I can fly, peacock!”

MORAL: Everyone is special in his or her own way.

Semana da descoberta: uma resposta aos nossos descobridores.


Semana da descoberta: uma resposta aos nossos descobridores.
Senhor Pero Vaz de Caminha. É com extremo prazer que te escrevo. Passados todos esses anos da vossa chegada, gostaria de relatar como se encontra o país descrito por vossa senhoria em suas primeiras anotações. Primeiramente gostaria de pedir desculpas pelo uso grosseiro da língua Portuguesa, é que nós tratamos com o tempo, de modificá-la.
Quando aqui chegou, você relatava que encontrou aves voando, plantas crescendo, muitos índios com corpos saudáveis e corados, vasta terra, com palmeiras e árvores de todas as formas e enorme quantidade de água doce.
Pois bem, se estivesse aqui hoje não encontraria as mesmas espécies de aves voando, mas sim urubus pairando aos círculos e muito lixo jogado nos rios e lagos. Encontraria também várias armas de fogo nas mãos de ladrões e de crianças.Pouco resta do grande número de índios.
Você ficaria indignado ao ver que nós não matamos mais os índios, como vocês costumavam fazer, mas sim pessoas, é isso mesmo, pessoas matando pessoas. Crianças se prostituindo é o que você veria.
Mas nem tudo é tristeza. Se o grande objetivo da sua época era catequizar os índios, vocês conseguiram. Hoje temos o país mais católico do mundo, se é que isso conta como alguma vantagem.
Bem, criamos um novo tipo de gente. Chamamos esses de políticos. São muitos e todos os anos quando temos eleições eles aparecem aos montes, mas depois de cada pleito, desaparecem.
Agora está chegando a época de comemorarmos nossa independência política e econômica de Portugal, mas não sei se temos muito o que celebrar, vai ser mais uma comemoração particular em Brasília do que uma manifestação do nosso povo heterogênico e alegre.
setembro de 2008.

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

[leia] Para cada momento








Para cada momento de paz
haverá uma guerra
para cada momento de glória
haverá uma história.
para cada momento de tristeza
haverá uma beleza
para cada momento tenso
haverá o silencio.
para cada momento difícil
haverá um precipício
para cada momento de solidão
haverá um refrão.
para toda pergunta
haverá uma resposta
para todo sim
haverá um não.
(Bruno Coriolano)
02/09/2007

Vejam um vídeo feito com a mesma poesia:






quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Música Para Ouvir

Música Para Ouvir

por Arnaldo AntunesMúsica para ouvir no trabalhoMúsica para jogar baralhoMúsica para arrastar correnteMúsica para subir serpenteMúsica para girar bambolêMúsica para querer morrerMúsica para escutar no campoMúsica para baixar o santoMúsica para ouvir músicaMúsica para ouvir músicaMúsica para ouvir músicaMúsica para compor o ambienteMúsica para escovar o denteMúsica para fazer choverMúsica para ninar nenêMúsica para tocar novelaMúsica de passarelaMúsica para vestir veludoMúsica pra surdo-mudoMúsica para estar distanteMúsica para estourar falanteMúsica para tocar no estádioMúsica para escutar rádioMúsica para ouvir no dentistaMúsica para dançar na pistaMúsica para cantar no chuveiroMúsica para ganhar dinheiroMúsica para ouvir músicaMúsica para ouvir músicaMúsica para ouvir músicaMúsica pra fazer sexoMúsica para fazer sucessoMúsica pra funeralMúsica para pular carnavalMúsica para esquecer de siMúsica pra boi dormirMúsica para tocar na paradaMúsica pra dar risadaMúsica para ouvir músicaMúsica para ouvir músicaMúsica para ouvir música

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

POR QUEM OS SINOS DOBRAM


Por Bruno Coriolano

“Nenhum homem é uma ilha, sozinho em si mesmo; cada homem é parte do continente, parte do todo; se um seixo for levado pelo mar, a Europa fica menor, como se fosse um promontório, assim como se fosse uma parte de seus amigos ou mesmo sua; a morte de qualquer homem me diminui, porque eu sou parte da humanidade; e por isso, nunca procure saber por quem os sinos dobram, eles dobram por ti”.


É chegada a hora de votar e escolher os próximos governantes municipais. Mas será que todos sabem qual é a importância do ato de votar? Será algum um dia o cidadão acordará e terá consciente da sua importância na sociedade? Quando iremos despertar para os falsos apertos de mão e frases ideológicas repetidas?

Enquanto muitos estão lá fora com seus novos jogos de cartas marcadas, outros estão imersos em um sono profundo, sem conseguir entender o mundo a sua volta. Impotente às causas coletivas só me resta escrever, e escrevo por amor a arte, sem fins lucrativos, apenas um hobby.

Lembro me agora de uma citação poética que me encanta não só pela riqueza literária, mas pelo seu sentido profundo. É atribuída ao poeta inglês John Donne, e é retomada pelo escritor americano Ernest Hemingway em seu romance “Por quem os sinos dobram”, titulo escolhido por mim para esse texto. Mas Por quem os sinos dobram? Eles dobram por nós. O sentido sugerido é que nenhum homem poderia existir sozinho. Ele afirma que estamos todos interligados, e a perda de um ser humano simboliza a nossa perda também.

Por quem chora aquele sino? Aquele sino chora por todos nós.

Portanto, a idéia no caso se remete a uma escolha em nome coletivo. Votar consciente é pensar no outro. Ser responsável pela escolha dos líderes é um ato de extrema consciência e responsabilidade de cada um de nós. Não quero ser responsável por deixar retalhos na história do meu país e ser dominado por um sentimento de atraso, por não saber ler o mundo a minha volta. Não quero morrer sem contribuir para o avanço da minha civilização na evolução humana. Lembrem se que cada homem que desaparece leva consigo um pouco da história da humanidade. E é quando os sinos tocam por cada um de nós.

sábado, 2 de agosto de 2008

[ DICA] A REVOLUÇÃO DOS BICHOS - GEORGE ORWEL



A REVOLUÇÃO DOS BICHOS - GEORGE ORWEL

“Lembro-vos também de que na luta contra o Homem não devemos ser como ele. Mesmo quando o tenhais derrotado, evitai-lhe os vícios. Animal nenhum deve morar em casas, nem dormir em camas, nem usar roupas, nem beber álcool, nem fumar, nem tocar em dinheiro, nem comerciar. Todos os hábitos do Homem são maus. E, principalmente, jamais um animal deverá tiranizar outros animais. Fortes ou fracos, espertos ou simplórios, somos todos irmãos. Todos os animais são iguais.”George Orwell

O início de uma fábula contemporânea. O dono da Granja do Solar, Sr. Jones, embriagado com o poder, tranca o galinheiro e vai para a cama cambaleando.

Major, um porco ancião e já premiado, reúne todos os animais e conta seu sonho visionário de como será o mundo depois que o homem desaparecer, declara em tom profético a necessidade dos bichos assumirem suas vidas, acabando com a tirania dos homens, e canta a canção “Bichos da Inglaterra”.

Os animais são contagiados pelos versos revolucionários e entoam apaixonadamente a canção recém-aprendida. Sr. Jones acorda, alarmado com a possível presença de uma raposa, e com uma carga de chumbo disparada na escuridão encerra a cantoria.

Major falece três noites após. A morte emoldura o mito e suas palavras ganham destaque nas falas dos animais mais inteligentes da granja. Ninguém sabe quando será a rebelião, mas a necessidade de libertação domina os diálogos. Os bichos mais conservadores insistem no dever de lealdade ou no medo do incerto: “Seu Jones nos alimenta. Se ele for embora, morreríamos de fome”.

Os perfis dos animais são traçados: os porcos, as ovelhas, os cavalos, as vacas, as galinhas, o burro... Todos com traços marcantes de manipulação, alienação, rigidez, ignorância, dispersão, teimosia...

A rebelião ocorre mais cedo do que esperavam. Com a expulsão do Sr. Jones da granja, surge o momento de reorganizar o funcionamento da propriedade. Os porcos assumem a liderança, dirigem e supervisionam o trabalho dos outros, e os demais animais dão continuidade à colheita. Alguns bichos se destacam pela obstinação, como o cavalo Sansão, cujo lema é “Trabalharei mais ainda.”

Os sete mandamentos, declarados por Major, são escritos na parede:

“Qualquer coisa que ande sobre duas pernas é inimigo.O que ande sobre quatro pernas, ou tenha asas, é amigo.Nenhum animal usará roupa.Nenhum animal dormirá em cama.Nenhum animal beberá álcool.Nenhum animal matará outro animal.Todos os animais são iguais.”

LEIA EM : http://recantodasletras.uol.com.br/visualizar.php?idt=2369


domingo, 27 de julho de 2008

Para vender casa, mulher se inclui como 'brinde'


Corretora de imóveis nos EUA quer encontrar comprador e marido ao mesmo tempo.Divorciada há 8 anos, ela anunciou a 'promoção' em sites como eBay e Craigslist.
Uma corretora de imóveis da Flórida, nos Estados Unidos, quer vender sua própria casa por US$ 500 mil. Há, no entanto, um 'brinde' na negociação: Deven Traboscia, a corretora, continuará morando na residência, já que ela exige se casar com o comprador. Deven está divorciada há 8 anos. Mãe solteira e endividada, ela se 'incluiu' no pacote anunciado nos sites eBay e Craigslist. "Se você quer viver um sonho sem fim e conhecer o amor verdadeiro e o romance de um conto de fadas, esta é a mulher de sua vida", diz Deven, no anúncio. De acordo com a corretora, um possível comprador virá da Itália nos próximos dias para visitá-la e avaliar a proposta de compra do imóvel. O leilão no eBay vai até o dia 2 de julho, e o preço inicial pedido por Deven é de US$ 500 mil. Até o momento, nenhum lance foi dado.

[RECORD] Os seios de Maxi Mounds entram para o Guinness Book


“A atriz pornô e ex-dançarina Maxi Mounds passou a integrar o Guinness Book, o livro dos recordes, na categoria maior aumento de seios, depois de recorrer a um método que deixou cada um deles com aproximadamente 9kg, segundo o jornal britânico Daily Telegraph.
Maxi foi bailarina, mas, na década de 1990, passou a dedicar-se ao entretenimento de adultos, oferecendo danças sensuais em clubes da Flórida (EUA).
Maxi, que passou a estrelar filmes pornográficos depois que deixou de dançar, entrou em contato com o Guinness, que criou a categoria “maior aumento de seios”, hoje liderada por ela.”

sábado, 26 de julho de 2008

Villa na Austria recebe um nome um tanto quanto estranho.

The village of Fucking has the most stolen road-sign in Austria


você acha sua cidade um local estranho? Pior. Você acha que a sua cidade tem um nome estranho? Então, por essa você não esperava. Existe uma vila na Áustria que se chama Fucking (se você não sabe inglês, pode esquecer essa piada).

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Gisele Bündchen + Apple Computers?

Segundo rumores do site Gizmodo, Gisele Bündchen pode ser a nova garota propaganda da Apple. O site aponta como fonte o próprio site da modelo no qual ela afirmara ter feito fotos para uma nova campanha para os Macs da Apple.Ao procurar sobre tal notícia no site da modelo não encontrei nada, o que deixa a dúvida no ar. Será que ela teria mesmo feito a sessão de fotos? Quais produtos seriam anunciados na campanha? O MacBook? Novo iMac? Ainda que a campanha não seja verdadeira, já valeu a pena publicar uma foto da Gisele por aqui, deixa o ambiente mais bonito.

Qual a diferença entre Apple e Apple?



A Apple Corp. foi fundada em 1968 para publicar e promover as músicas dosBeatles, enquanto que a Apple Inc. ou Apple Computer surgiu no final da década de 70 para lançar o computador Apple.Na época, George Harrison, achou um anúncio do Apple em uma revista e a Apple Corps. iniciou uma batalha jurídica, no início, sugerindo que trocassem o nome da empresa de Steve Jobs…Em 1991, eles fecharam um acordo a Apple Corps. pagou mais de 28 milhões de dólares para cubrir os gastos do processo a outra Apple, e a Apple Inc. jamais entraria no ramo da música…

Muita coisa se passou, todos sabem bem do surgimento do iPod e da loja virtual, iTunes, e em Setembro de 2003 uma nova batalha se travou, a Apple de Steve Jobs infringiu o acordo na visão da Apple dos Beatles !
Mas hoje, ambas as Apples entraram em acordo e entraram com um pedido para parar o caso na justiça, cada uma arca com suas despesas no projeto até então. E está aberto o caminho para negociarem finalmente as músicas da banda de rock mais bem sucedida de todos os tempos dentro da loja de mp3 mais bem sucedida até hoje!
Qual maçã vc prefere?Eu fico com as duas

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Fergie faz performance roqueira ao lado de Slash


Cantora pop dividiu o palco com o guitarrista na noite de quarta-feira (23), em Las Vegas









Fergie, musa da música pop, dividiu o palco com Slash, ex-guitarrista da banda Guns N’Roses, na noite de quarta-feira, em Las Vegas. A improvável parceria foi realizada para comemorar o aniversário do roqueiro em grande estilo, de acordo com o site “PopCrunch”.





A cantora encarnou o espírito da festa e caprichou no visual com calça e botas de couro preto. Além disso, a performance de Fergie deixou a galera do rock orgulhosa: a moça se jogou no chão, balançou freneticamente os cabelos e até ensaiou uma carinha de má – tudo sob os olhares do noivo, o ator Josh Duhamel, que a acompanhou à balada.



O aniversário de Slash não foi o único da noite para Fergie. A cantora também deu os parabéns para o pai, que ganhou um bolo com uma mensagem especial da filha famosa. “Feliz aniversário, papai. Com amor, Fergie”, dizia o doce.

CARREIRA NO CINEMA De acordo com o “PopCrunch”, Fergie foi escalada para participar do musical “Nine”. O longa pode ser a grande chance da cantora no cinema: no projeto ela irá contracenar com Nicole Kidman, Kate Hudson e Daniel Day-Lewis.

[MÚSICA E CURIOSIDADE] Helter Skelter - BEATLES





Helter Skelter é uma canção dos Beatles do disco intitulado "The Beatles", o mundialmente conhecido "White Album", ou "Album Branco" (em função de sua capa ser totalmente branca), lançado em 1968.
É considerada a canção mais pesada dos Beatles, e precursora do que, anos depois, viria a ser o heavy metal.
No final desta canção, Ringo Starr, o baterista, grita raivosamente: "I've got blisters on my fingers!" (estou com bolhas nos meus dedos). É como se esta frase fosse o empurrãozinho final para que outras bandas começassem a criar um som mais pesado. Claro que já existiam músicas até mais pesadas na época, mas Helter Skelter teve grande importância na história da música.
Há rumores de que exista uma versão de 27 minutos de Helter Skelter, mas até hoje esse boato não foi confirmado e não passa de apenas uma grande dúvida que todos os beatlemaníacos torcem para que seja verdadeira.
Um assassino chamado Charles Manson dizia que essa canção escondia mensagens subliminares, inspirando-o a cometer uma série de assassinatos. Entre os dias 09 e 10 de agosto de 1969, a "família Manson" cometeu duas chacinas em Hollywood e escreveu nas paredes "Helter Skelter" com o sangue das vítimas.
Obtido em "http://pt.wikipedia.org/wiki/Helter_Skelter"

[História] Charles Manson

Charles Manson
Charles Milles Manson (Cincinnati, 12 de novembro de 1934) foi o fundador de um grupo que cometeu vários assassinatos, entre eles o da atriz Sharon Tate, esposa do diretor de cinema Roman Polanski, em 1969. Filho de uma prostituta e frequentador assíduo de reformatórios juvenis pelos crimes de falsificação e roubo, Charles Manson acabava de cumprir uma pena de dez anos, em 1964, quando formou uma comunidade estilo hippie em Spahn Ranch, perto de Los Angeles. Manson tinha idéias grandiosas e os seus seguidores, ou "Família Manson" como eram conhecidos, consideravam-no a reencarnação de Jesus Cristo. O próprio Manson acreditava nisso e ainda dizia que os Beatles conversavam com ele através de suas canções.[1]
Em 9 de agosto de 1969, um grupo de seguidores de Manson invadiu a casa Cielo Drive, 10050 de Roman Polanski, em Hollywood, assassinando sua esposa Sharon — que estava grávida — e mais quatro amigos do casal. As vítimas foram baleadas, esfaqueadas e espancadas até a morte, e o sangue delas foi usado para escrever mensagens nas paredes. Em uma delas foi escrito "Pigs" ("porcos", em inglês). Na noite seguinte, o mesmo grupo invadiu a casa de Leno e Rosemary LaBianca, matando os dois. As mensagens escritas na parede da casa com o sangue das vítimas foram "Helter Skelter", "Death to pigs" e "Rising". Os assassinatos de Sharon e do casal LaBianca pela "Família Manson" ficaram conhecidos como o "Caso Tate-LaBianca". O objetivo dos assassinatos planejados por Charles Manson era começar uma guerra que, segundo ele, seria a maior já travada na terra, denominada de "Helter Skelter". O nome "Helter Skelter" corresponde ao título de uma música dos Beatles onde, de acordo com Manson, havia uma maior quantidade de mensagens subliminares. Uma guerra entre negros e brancos, em que os brancos seriam exterminados. Ele acreditava que algum negro logo seria acusado pelos assassinatos, o que faria com que os confrontos explodissem logo. Como ele e sua "família" eram brancos, planejavam esconder-se em um poço denominado por Manson como poço sem fundo em algum lugar no deserto assim que a suposta guerra começasse.
Linda Kasabian, uma das integrantes da comunidade, porém, resolveu fugir e denunciar Charles à polícia, além de depor em seu julgamento. Ela não concordava com os assassinatos, apesar de ter presenciado alguns.
Manson, então com 37 anos, foi acusado de seis assassinatos e levado à Justiça, juntamente com três seguidoras. Embora fosse o líder da "família", alegou não ter participado pessoalmente de nenhum deles. Charles Manson declarou durante o julgamento o seu ódio profundo pela humanidade, chamando os membros de sua família de rejeitados pela sociedade. A promotoria se referiu a Manson como "o homem mais malígno e satânico que já caminhou na face da Terra"[2], e o quarteto foi sentenciado à morte. Mas, com a mudança no código penal do estado, a pena deles foi alterada para prisão perpétua. Desde então, Manson vem tentando mudar sua pena para condicional, mas nunca conseguiu. Sua última tentativa foi em 2007.
----------------------------------------------------------------------------------------------
Referências
"O homem mais perigoso do mundo", David Felton e David Dalton, Rolling Stone número 19, abril de 2008, Spring Publicações, pág. 93
"O homem mais perigoso do mundo", David Felton e David Dalton, Rolling Stone número 19, abril de 2008, Spring Publicações, pág. 93

Homem Mais Tatuado do Brasil


Falta pouco para que Rogério Vieira de Fraga, chegue a 100% do corpo tatuado.


Rogério Vieira de Fraga tem 41 anos, e com 98% do seu corpo tatuado, foi certificado pelo RankBrasil, como o “Homem mais Tatuado do Brasil ”. Ele esteve no palco no Programa Tudo é Possível com a Eliana para mostrar suas tatuagens.

Rogério resolveu se tatuar porque sempre quis ter uma pele diferente. Sua 1ª tatuagem foi feita aos 13 anos, com um arame quente, em forma de tubarão, do lado esquerdo do peito. Segundo ele, suas tatuagens são desenhos para um visual macabro, mas que para ele significam imagens sedutoras.

A tatuagem que mais demorou para ser feita, foi nas costas, e levou 12 horas para ficar pronta, e a que demorou menos tempo foi feita em dois minutos, foi a inicial do nome de seu primeiro filho. Suas tatuagens são feitas pelo tatuador Elias da Tattoo Center.

No ano de 1996, Rogério já estava nas páginas do Guinness Book, com 85% de seu corpo tatuado. Em 2006, participou das gravações do programa “Troca de Família”, também da Rede Record.

Pai de dois filhos, disse que seus filhos também já têm tatuagens. Tatuador profissional deseja trabalhar muito e se aperfeiçoar cada vez mais. Para Rogério chegar a 100% de seu corpo tatuado, ainda falta a face direita do rosto, mas atualmente é algo que não está em seus planos.

Redação: - RankBrasil - 01/03/2007 / Revisão: - jornalista Raquel Susin - 06/07/2007

[record] Primeiro Casamento Digital do Brasil


O RankBrasil homologou o "Primeiro Casamento Digital do Brasil"...Nem a distância foi capaz de diminuir o amor existente entre Edna Carvalho dos Santos, 25 anos, e Rinaldo Ferreira, 24. Ela residente em Governador Valadares – MG, Brasil e ele em Boston nos Estados Unidos.


A idéia de um casamento virtual partiu da noiva, mas com exceção da distância entre os noivos, tudo aconteceu como manda o figurino. Ela com vestido de noiva, acompanhada pelo pai, com dama de honra, padrinhos marcha nupcial e até um pastor. Ele vestido a caráter e acompanhado pela mãe. Celebrado por um pastor o casamento, apesar de inusitado, tem valor religioso e civil.



A pedido dos convidados teve até a simulação de um beijo virtual. As festas aconteceram nas respectivas cidades. O casamento foi realizado através de vídeo conferência, o método usado não utiliza internet, mas sim um link de comunicação de dados que projeta imagem e áudio em tempo real.


Edna conta que o casamento por vídeo conferência foi a forma que encontrou para que as duas famílias pudessem assistir ao casamento.O Pastor Evaldo Braga da Silva ficou surpreso com o convite para realizar o casamento, mas ele declara, “Deus está em todos os lugares e a imagem tem muito valor”.A equipe RankBrasil deseja muitas felicidades aos noivos! Redação: Raquel Susin - 08/10/2007

postagem removida.



quarta-feira, 23 de julho de 2008

[outra piada sem graça]


Uma imagem vale mais do que 1000 piadas.


Praticamente pronta!

[música] The Shock


“Muito interessante. Música rápida, com versos lentos. Se fosse para comparar com alguma do Oasis, seria algo estilo ‘Bring It On Down’, mas bem melhor”. É este o último parecer sobre a música, dado por um jornalista norte-americano, que já teria ouvido o novo single do Oasis.

No próximo dia 26/07, o novo álbum do Oasis poderá ser ouvido por jornalistas em uma conferência da Sony. Eles serão confinados em uma sala, entre 9h e 17h e não podem levar nada eletrônico. Apenas um bloco de notas e caneta. Confira o suposto comunicado (em inglês) que tivemos acesso:
“Saturday July 26th
BaysideOasis Wednesday July 30th
Rise Against All Previews will take place in Conference room 2. Between 9-5. Please remember to bring you ID and notebook. No cell phones, cameras, laptops or anything that can record sound will be allowed into the conference room.A login and password will be given after first listen to access the following previews again in Booths 1 and 2 until Monday September 1st.If a further preview is needed a request form must be submitted no later than Tuesday September 2nd.If a further preview is not requested all final previews must be submitted by September 2nd for review and editing”.